Mês de agosto fecha com luto em três famílias granadenses por causa de acidentes

Diogo Lima, Leandro da Silva Zague (Beiço) e Antonio Carlos do Nascimento (Nenê) perderam a vida em acidentes na BR-153 e vicinal dos Castores

Diogo Lima, Leandro da Silva Zague (Beiço) e Antonio Carlos do Nascimento (Nenê) perderam a vida em acidentes na BR-153 e vicinal dos Castores

Reza a lenda que agosto é o mês de "desgosto", mas independentemente de ser falso ou verdadeiro essa crendice, foi um mês de muita tristeza e dor para três famílias de Nova Granada que perderam entes queridos em acidentes automobilísticos.

Segundo reportagem no portal de notícias O Granadeiro Regional, no começo da noite desta terça-feira, 31 de agosto, o mestre de obras Diogo Lima, de 36 anos, morreu após bater o veículo Fiat Palio, em que dirigia, em um caminhão.

O acidente, que está sendo apurado, aconteceu na vicinal que liga a cidade de Ipiguá à rodovia Transbrasiliana BR-153. O granadense dirigia sentido Ipiguá a Onda Verde.

Outro acidente fatal aconteceu na madrugada do dia 20, quando o pedreiro Leandro da Silva Zague, mais conhecido como Beiço, de 38 anos, após um árduo dia de trabalho em um condomínio em Fronteira (MG), voltava para casa dirigindo um veículo VW Gol, e por motivos que ainda estão sendo apurados, houve uma colisão com um caminhão na rodovia BR-153, sobre a ponte do rio Grande (divisa com os estados de Minas Gerais e São Paulo).

E no começo do mês, dia 11, um acidente entre motocicletas e carro tirou a vida do jovem Antonio Carlos do Nascimento Silva, de 28 anos, mais conhecido por Nenê.

A colisão aconteceu na vicinal Manoel Jorge de Medeiros, entre o bairro dos Castores e Onda Verde. Os veículos envolvidos foram uma moto Honda Titan e um GM Celta, dirigido por uma mulher que não teve a identificação revelada.

Crendices a parte, como é citado no início da matéria, agosto foi um mês de tristeza e dor para essas três famílias e a reportagem manifesta aqui os sinceros votos de pesar e que Deus conforte os corações de todos.