Peão de Altair morre após grave acidente em rodeio nos EUA

Amadeu Campos Silva, 23 anos, morreu após ficar preso no sedém e ser pisoteado por um touro durante uma montaria em Fresno, California, Estados Unidos.

Reprodução

Reprodução

Notícias terríveis de Fresno, Califórnia. O cavaleiro da PBR, Amadeu Campos Silva, de 23 anos, que é da cidade de Altair (SP), morreu após grave acidente no evento Velocity Tour em Fresno. Após ser encaminhado ao Centro Médico Regional Comunitário, ele não resistiu aos ferimentos. O CEO da PBR, Sean Gleason anunciou a notícia no Twitter.

"Neste domingo, 29 de agosto, o jovem cavaleiro brasileiro Amadeu Campos Silva se envolveu em um terrível naufrágio no evento Velocity Tour em Fresno", diz o post. "Ele foi transportado para o Centro Médico Regional Comunitário em Fresno, Califórnia, onde faleceu. Nosso coração se parte pela família e amigos de Amadeu".

Na foto que Gleason compartilhou, a declaração da PBR dizia: "É com o coração extremamente pesado que informamos que Amadeu Campos Silva faleceu no Community Regional Medical Center em Fresno, Califórnia".

Embora montar em touro seja um passatempo divertido, é um esporte perigoso. Há uma razão pela qual os pilotos tomam todos os tipos de precauções para manter a si mesmos e aos outros seguros. Campos Silva fez uma ótima carreira no Brasil antes de vir para a América. Com apenas 23 anos, ele havia se mostrado muito promissor. Em 2019, ele foi vice-campeão na final brasileira. Depois disso, ele fez sua estreia nos EUA no Velocity Tour.

Carreira de Amadeu Campos Silva

Ao longo de sua carreira, Amadeu Campos Silva se consolidou como um dos melhores peões do mundo. No seu próprio país, o Brasil, ele já terminou em 2º lugar na final nacional. Em sua carreira na PBR, Amadeu fez 26 montarias. Ele também ganhou $ 42.000 em sua carreira. Ao longo de sua carreira, ele conquistou um total de 104,66 pontos.

No ano passado, Campos Silva cumpriu um de seus maiores objetivos. Ele participou das Finais Mundiais da PBR em 2020. Já nesta temporada, ele estava subindo na classificação. Como um jovem peão, é uma tragédia que todo o seu potencial não seja realizado. Depois de uma carreira tão promissora em uma idade tão jovem, Amadeu Campos Silva passou fazendo o que amava.

PRB deu suas condolências à família

"Toda a PBR e a família do esporte ocidental estendem nossos pensamentos, orações e sinceras condolências à família e amigos de Amadeu", diz a declaração em parte. Nesta temporada, Campos Silva ficou em 88º lugar no ranking mundial. Ele também teve 26,50 pontos mundiais. Hoje, o Fresno Invitational marcou o terceiro evento de sua temporada. No ano passado, ele terminou em dois segundos lugares.

Não há como dizer o que Amadeu Campos Silva pode ter realizado. No entanto, sua memória viverá por meio de sua família e amigos. Em uma vida e carreira tão curtas, ele se estabeleceu como uma jovem estrela brilhante. É devastador ver aquela estrela extinta tão cedo. Esperançosamente, o PBR Velocity Tour será capaz de superar a tragédia e ter um passeio saudável e limpo de agora em diante.