Triunfo Transbrasiliana apoiará tradicional romaria dos Castores

Durante toda a caminhada, viaturas da frota da Concessionária, incluindo unidades de resgate e inspeção de tráfego, estarão presentes entre os km"s 56 e 39 acompanhando a procissão.

Divulgação

Divulgação

A Triunfo Transbrasiliana, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal – PRF, apoiará a tradicional romaria dos Castores, que acontecerá na madrugada de quinta para sexta-feira, de 5 a 6 de agosto, na região de São José do Rio Preto. Os romeiros deverão percorrer cerca de 14 quilômetros no trecho paulista da BR-153, em um trajeto que se inicia do trevo do Talhados, no km 55, em São José do Rio Preto, até o trevo de Bom Jesus dos Castores, no km 41, em Onda Verde, para celebrar a festa ao Senhor Bom Jesus dos Castores.

A PRF informa que o esquema de segurança inicia na quinta-feira (5), a partir das 17h. A Concessionária montará uma operação especial para proporcionar segurança aos fiéis. Durante toda a caminhada, viaturas da frota da Concessionária, incluindo unidades de resgate e inspeção de tráfego, estarão presentes entre os km"s 56 e 39 acompanhando a procissão.

A operação contará também com Painéis de Mensagens Variáveis (PMV"s) móveis, com frases alertando os motoristas sobre a existência de pedestres nas faixas de acostamento da via. Esses equipamentos serão posicionados em pontos específicos da BR-153/SP: km 55 (sentido norte), km 40 (sentido sul) e km 44 (sentido sul). Além disso, as faixas adicionais dos km"s 43 e 48, no sentido sul, serão parcialmente interditadas para utilização dos pedestres.

A Triunfo Transbrasiliana orienta os romeiros o uso de roupas claras para auxiliar na visibilidade à noite, lanternas ou itens refletivos, andar enfileirados, não jogar lixo na rodovia e se hidratar durante todo o percurso. A Concessionária reforça também que os romeiros sigam todos os protocolos de segurança contra a COVID-19, como: utilizar máscaras de proteção facial, usar álcool em gel 70%, manter distanciamento social e evitar aglomerações. Em casos de emergência, a empresa disponibiliza a Central de Atendimento 0800 72 30 153, que funciona 24h.

Bom Jesus dos Castores

O senhor Tomé Correia de Paiva, por volta de 1900, teve visões em um altar que conservava em sua casa: ali a imagem do Senhor Bom Jesus dos Castores era envolta por uma luz. O sinal foi entendido por ele como o convite a uma missão: construir uma igreja dedicada ao Senhor Bom Jesus. Com a doação do terreno para a igreja, Tomé deu também a permissão para a construção de casas. Nascia o povoado de Castores.

O Santuário Diocesano do Senhor Bom Jesus monta todos os anos uma grande estrutura para receber os milhares de fiéis que vão participar da festa. O evento é uma das mais expressivas demonstrações de fé verificadas na Diocese.